Animais homeotérmicos

Animais homeotérmicos são aqueles capazes de manter a temperatura do corpo relativamente constante.

A capacidade de gerar calor dentro do corpo surgiu de forma independente: uma vez no ramo que deu origem às aves e outra vez no ramo que deu origem aos mamíferos.

Portanto, todos os animais homeotérmicos são vertebrados.

Muitos animais usam uma combinação das duas estratégias:

  • gerar calor
  • receber e perder calor (do meio e para o meio).

Dessa forma, os animais regulam a temperatura do corpo, fazendo com que essa não passe por oscilações exageradas. Os animais homeotérmicos têm mais controle sobre ela do que os pecilotérmicos.

Por exemplo, aves do deserto sofrem queda da própria temperatura em noites muito frias. Essa pode cair do nível normal de 38-39 graus para cerca de 35 graus.

Na manhã seguinte, as aves expõem ao Sol uma porção escura do corpo e se reaquecem.

Assim, apesar de serem classificadas como homeotérmicas, essas aves usam a energia solar para se reaquecerem.

Animais homeotérmicos gastam muito calor produzido internamente para o aquecimento do corpo.

A consequência disso é que podem explorar ambientes inóspitos e estarem ativos em momentos nos quais os pecilotérmicos não estão.

Exemplos de animais homeotérmicos

Saíra-sete-cores

Uma ave pequena, cujas penas chamam a atenção pelo colorido vibrante. Vive em bandos entre os galhos das árvores, se alimentando de frutos e insetos. É encontrada apenas na Mata Atlântica.

Chopim

Ave de porte pequeno vista nos campos, nos cerrados, mas também nas ruas das cidades. Come sementes e pequenos artrópodes.

As fêmeas botam ovos no ninho de outras espécies de aves. Essas fêmeas parasitadas criam os filhotes como se fossem seus.

Alma-de-gato

Ave com uma cauda longa. Na parte inferior existem manchas brancas e pretas bem visíveis.

Prefere regiões de floresta, mas também pode aparecer em áreas abertas.

Kea

Uma ave da Nova Zelândia com um bico forte como o de um papagaio. Seu nome foi dado pelos nativos, fazendo referência ao som que ele emite.

Sendo um dos animais homeotérmicos, não causa surpresa que o kea tolere áreas com clima bem frio.

Urutau

Ave que pertence à família Nyctibiidae. Apresenta hábitos noturnos. Pode ser vista imóvel no alto de troncos quebrados.

As penas têm um padrão de cores que faz o observador pensar que a ave é a continuação do tronco.

Alimenta-se de insetos. Pode caçar esses insetos no momento em que seus predadores (aves de rapina) estão descansando.

Biguá

Ave de cor escura, portadora de pescoço longo e flexível. Observada com facilidade na borda de lagoas e brejos.

Abre as asas e as mantém esticadas, permitindo que elas se sequem. Aprecia mergulhos na água, de onde retira caramujos e peixes pequenos para comer.

Pangolim

É um mamífero, mas ao invés de pelos, tem escamas cobrindo o corpo e a cauda.

Sua distribuição está restrita à África equatorial e parte da Ásia.

Os pangolins usam suas patas dianteiras para escavar a terra à procura de formigas e cupins. Ao se ver perseguido, solta um odor desagradável.

Dromedário

Dromedário no deserto - Um animal homeotérmico
Dromedário no deserto – Imagem: Bigstock

Mamífero que pode pesar até 500 kg na fase adulta. Habita desertos, como o do Saara (África) e regiões no norte da Índia.

Os dromedários conseguem ficar sem tomar água por semanas.

A temperatura do corpo aumenta muito nas horas mais quentes do dia.

Isso limita a perda de água através do suor. Depois a temperatura corporal desce bastante durante a noite.

Está aí um exemplo de relaxamento do controle, embora, ainda assim, o dromedário seja um animal homeotérmico.

Esquilo de solo de Richardson

Esquilo de solo de Richardson
Esquilo de solo de Richardson – Imagem: BigStock

O nome científico é Spermophilus richardsonii. Os adultos pesam em torno de 250 gramas.

Não sobem em árvores. Ocupam as planícies geladas ao norte do Canadá.

Esse pequeno mamífero desenvolveu muita resistência ao frio através da entrada em torpor.

O torpor é um período em que o animal passa sem fazer nada. A temperatura do corpo cai bastante, de modo que ele economiza energia que seria gasta aquecendo o corpo.

O batimento do coração também diminui. Os esquilos despertam do torpor quando o ambiente oferece condições favoráveis para a procura de alimento e para a reprodução.

Golfinho comum

Recebeu o nome científico de Delphinus delphis. No litoral do Brasil, é encontrado desde o Rio Grande do Sul até o Nordeste.

Seu alimento consiste de peixes e lulas. Consegue mergulhar até cerca de 300 metros de profundidade e permanecer aí por vários minutos.

Protege-se do frio controlando a temperatura do corpo. Mas também conta com uma camada de gordura que fica debaixo da pele.

Ela funciona como isolante térmico, já que ela limita a transferência de calor para o ambiente.

Sagui-do-tufo-preto

Macaco pequeno também conhecido como mico-estrela. Os adultos carregam uma mancha branca na testa.

Habitam a copa das árvores em florestas do sudeste do Brasil, mas também em áreas mais fechadas do Cerrado.

Alimentam-se de resina das árvores, frutos, insetos e pequenos vertebrados (rãs, lagartos). Vivem em famílias compostas por um casal, seus filhos e agregados, como irmãs ou irmãos do casal.

Geralmente a fêmea do casal tem dois filhotes em cada gestação. O pai os transporta nas costas até eles ficarem independentes.

A família dorme unida, uns enrolados aos outros, de forma a diminuir a perda de calor durante a noite.

Humano

Incluído na ordem dos primatas, os humanos são animais homeotérmicos extremamente bem desenvolvidos em termos intelectuais.

Alimentam-se de uma variedade enorme de recursos vegetais e animais. Desenvolveram técnicas apuradas para modificar o ambiente em seu entorno.

Portanto, a grande maioria não está sujeita ao desconforto resultante das alterações drásticas da temperatura ambiental.

Biologia
Anfíbios

O que são anfíbios? Os anfíbios são os descendentes mais diretos dos primeiros animais que deixaram a água doce e caminharam sobre a terra, apoiando-se em membros primitivos. Muitas das formas que fizeram essa travessia entre a água e o meio terrestre se extinguiram. Outras retornaram à água e outras …

Biologia
Répteis

O que são répteis? Na visão dos cientistas atuais, o que chamamos de répteis está longe de ser um grupo natural. O conceito de grupo natural é aquele que reúne formas de vida que compartilham um mesmo ancestral. Se juntássemos todos os répteis para formar um grupo natural, deveríamos incluir …

Biologia
Animais vertebrados

O que são vertebrados? Uma definição tradicional na zoologia para o termo vertebrado é: animal que tem vértebras. Vértebras são ossos cilíndricos que estão arranjados em uma fileira. As vértebras compõem a coluna vertebral, o eixo de sustentação e orientação do corpo. Frente a essa definição, as pessoas passaram a …