Brasil Colônia

O Que foi o Brasil Colônia?

O Brasil Colônia foi um período bastante longo e diverso que merece bastante atenção.

Durante esses mais de 300 anos, muitas mudanças econômicas, sociais e políticas aconteceram aqui em razão das relações existentes e como um reflexo dos acontecimentos na Europa.

Período do Brasil Colônia

(Quando começou e quando terminou)

O Brasil foi uma das colônias de Portugal de 1500, ano em que os portugueses chegaram ao Brasil, até 1815, quando o país é elevado à categoria de reino unido de Portugal e Algarve. O período colonial durou, portanto, mais de 300 anos.

Período Pré-Colonial

Antes da chegada dos portugueses, existiam diversos povos indígenas.

Nesse período, é possível subdividir os povos que aqui viviam em dois grandes grupos: os tupi-guarani e os tapuias. Cada povo tinha formas diferentes de prover sua subsistência se se defender. Os tupis, por exemplo, viviam da caça, pesca e da agricultura.

Cronologia do Brasil Colônia (Linha do tempo)

  • 1500: chegada dos portugueses ao Brasil
  • 1530: expedição comandada por Martim Afonso de Sousa com intuito de organizar a defesa do litoral brasileiro
  • 1532: fundação da vila de São Vicente, primeira vila do Brasil
  • 1534: início da divisão do Brasil em Capitanias Hereditárias
  • 1538/1539: chegada dos primeiros africanos escravizados
  • 1548: a Coroa Portuguesa cria e institui o Primeiro Governo Geral do Brasil
  • 1549: a cidade de Salvador é fundada e constituída como capital do Brasil
  • 1555: com a invasão dos franceses, é fundada a França Antártica
  • 1567: expulsão dos franceses do Rio de Janeiro
  • 1580: com a União Ibérica o Brasil passa a ser domínio dos espanhóis
  • 1599 : ataques holandeses ao litoral brasileiro.
  • 1640: fim da União Ibérica
  • 1645: começa Insurreição Pernambucana, uma revolta contra o domínio holandês na Capitania de Pernambuco
  • 1654: expulsão dos holandeses do nordeste brasileiro, voltando a ser domínio dos portugueses
  • 1693: descoberta do ouro em Minas Gerais  por bandeirantes
  • 1707 a 1709: Guerra dos Emboabas, travada os bandeirantes paulistas e os “emboabas”-forasteiros- que disputavam quem teria o domínio de exploração das minas
  • 1719: criação do “quinto”, imposto sobre o ouro que era encontrado no Brasil. Desencadeia no ano seguinte, em Vila Rica, uma revolta.
  • 1750: Tratado de Madri entre Portugal e Espanha, delimitando os territórios das colônias pertencentes a cada uma das metrópoles europeias. Também em 1750 é instituída a “derrama”, sistema que visava cobrar os pagamentos atrasados do “quinto”
  • 1760: a Ordem Jesuíta é expulsa do Brasil pelo Marquês de Pombal
  • 1763: a capital do Brasil é transferida de Salvador para o Rio de Janeiro
  • 1785: decreto joanino proibindo a existência de manufaturas no Brasil
  • 1789: Inconfidência Mineira, tentativa de Minas Gerais se tornar independente do Brasil. Tiradentes, um dos participantes do movimento, é considerado líder e condenado à morte.
  • 1798: Conjuração Baiana, que lutava contra o governo vigente, buscando sua emancipação.
  • 1808: chegada da Corte Portuguesa ao Brasil
  • 1810: Tratado de Comércio e Navegação com a Inglaterra, que permitia o livre comércio dos comerciantes ingleses com os brasileiros. Além disso, dava indicações para que o Brasil acabasse com o tráfico negreiro.
  • 1815: Brasil é elevado a Reino Unido de Portugal e Algarves.
  • 1822: Independência do Brasil

Formação social do Brasil colônia

O Brasil Colônia foi essencialmente formado pelos portugueses que vieram para cá, normalmente pobres e os considerados “degredados”, ou seja, aqueles que não eram desejados no país por terem cometido algum tipo de crime.

Vieram para cá também os religiosos, representados pela Companhia de Jesus, que ficou aqui até o século XVIII e foi a grande responsável pela catequização indígena e pela educação dos filhos dos portugueses que nasciam aqui.

PUBLICIDADE

Os indígenas que já viviam aqui foram se unindo aos portugueses contra povos que já eram seus inimigos antes da chegada dos europeus, outros guerreavam contra os portugueses e outros foram se unindo aos africanos escravizados que passavam a aportar no Brasil.

Também fizeram parte da formação social do Brasil Colônia os africanos que vieram escravizados para cá, vindos de diversas partes do litoral e do interior africano, de diversos povos.

Governo Geral – Brasil Colônia

A decisão de implantar um Governo Geral no Brasil, em 1549, era uma forma de organizar a administração da colônia, especialmente depois do fracasso das Capitanias Hereditárias.

Outro importante fator determinante para tal decisão foi o declínio dos negócios portugueses nas índias.

O primeiro Governador Geral foi Tomé de Sousa, que chegou aqui com um grupo de mais de mil  pessoas e uma série de instruções para tomar posse das novas terras, colonizá-las e fazer com que elas gerassem algum tipo de renda para a Coroa.

Dentro desse grupo estavam os primeiros jesuítas, com a missão de catequizar os indígenas.

Economia do Brasil Colônia

A economia no Brasil Colônia tinha como objetivo servir aos interesses mercantilistas da metrópole.

A primeira forma de exploração da terra foi por meio da exploração do pau brasil, árvore nativa de madeira resistente e de cor avermelhada.

Percebeu-se que o plantio de cana-de-açúcar poderia ser rentável também, especialmente no nordeste.

A  exportação do chamado ouro branco rendeu muitas riquezas para Portugal, até que o açúcar produzido pelos holandeses nas Antilhas começou a suplantar o açúcar brasileiro.

Além do plantio do açúcar, o Brasil passava a ter acesso às minas de ouro de Minas Gerais e a renda gerada pela pecuária.

O trabalho nas minas e campos era realizado por africanos e indígenas escravizados.

Consequências do Brasil Colônia

  • Escravidão indígena
  • Diminuição da população indígena
  • Aumento e mudança de foco da escravidão existente no continente africano

Fatos que marcaram o Brasil Colônia

  • Chegada dos portugueses ao Brasil
  • Bandeiras: expedições lideradas por exploradores paulistas que ampliaram o território que hoje é o Brasil
  • Descoberta do ouro em Minas Gerais
  • Dia do Fico: declaração de D. Pedro I, o príncipe regente, que não cederia à pressão das Cortes e não voltaria a Portugal

A Sociedade açucareira no Brasil Colônia

O governo português buscava novas formas de explorar economicamente a colônia e percebendo que o solo brasileiro era fértil e entendendo a demanda do mercado europeu, decidiu explorar o plantio de cana-de-açúcar.

O cultivo começou primeiramente na capitania de São Vicente, com a chegada da esquadra de Martim Afonso de Sousa.

Posteriormente em Pernambuco, Bahia , Rio de Janeiro e Espírito Santo. Além do cultivo foram implantados os engenhos, fábricas onde o sumo da cana passaria por diferentes processos.

Foram três os fatores que possibilitaram a exploração açucareira: o trabalho escravo, a monocultura e as grandes propriedades.

A sociedade da época se dividia basicamente entre os  proprietários e de escravos e de terras e os escravos. É importante salientar que a sociedade da época era patriarcal.

O Que marca o fim do Brasil Colônia

  • Bloqueio continental de Napoleão Bonaparte
  • Vinda da Família Real Para o Brasil
  • Revolta das Cortes em Portugal
  • Retorno de D. João VI para Portugal
  • Recusa de D. Pedro I de retornar a Portugal e declaração de independência
Este artigo foi útil?
SIMNÃO

Recomendados

Era Vargas

O Que foi a Era Vargas? A Era Vargas foi o período em que Getúlio…

Revolução Industrial

O Que foi a Revolução Industrial? A Revolução Industrial foi um período de grandes mudanças…

Iluminismo

O Que foi o Iluminismo? O Iluminismo foi um movimento do campo intelectual, filosófico. Suas…

Reforma Protestante

O Que foi a Reforma Protestante? A Reforma Protestante foi um movimento iniciado no século…