Egito antigo

História

O Egito Antigo data de 4000 a.C. A sociedade egípcia se desenvolveu ao longo do rio Nilo, em pequenos núcleos urbanos de nome nomós.

O Egito Antigo instiga estudiosos e apaixonados por seus mistérios e beleza, estudos mostram que a sociedade egípcia foi complexa com avanços significativos em diversas áreas do conhecimento humano.

Localização Geográfica do Egito Antigo

O Egito compreende a uma grande faixa de terra habitada ao longo de um dos rios mais importantes da antiguidade, o rio Nilo. Está localizado na parte superior ao nordeste do continente africano.

A geografia do local é de deserto estéril com trechos de vegetação verde e viva, resultado do adubo natural advindo do próprio rio.

Cronologia

Por volta de 3200 a.C. Rei Menés ou Namer, conseguiu juntar o Baixo e o Alto Egito, fundou a capital em Memphis e incentivou os trabalhos de irrigação da terra.

Durante esse período foi desenvolvida a mastaba, uma superfície que condizia com as primeiras estruturas funerárias, que depois permitiriam o desenvolvimento das grandes pirâmides. Namer se tornou faraó e fundou a primeira dinastia.

O Antigo Império (2700-2200 a.C.) foi marcado pela construção das grandes pirâmides de Gizé e a estrutura enigmática, a Esfinge.

Durante o primeiro período intermediário, (2200-2010 a.C.) o que sabemos é que houveram desordens política e social, líderes locais tomaram o poder resultando na separação do governo, ficando Tebas como centro político do Sul, e Herakleopolis como centro político do Norte.

Médio Império, período de restauração do poder monárquico (2010-1785 a.C.) que foi seguido pelo segundo período intermediário, indo de 1785 à 1552 a.C., o Novo Império (1552-1069 a.C.) marcou a expansão territorial do Egito, principalmente incorporando partes da Núbia.

O terceiro período intermediário (1069 à 672 a.C.) começou com o saque realizado pelos assírios e terminou com o Período tardio (672-525 a.C.) com a conquista do Egito pelo império Persa e depois com o domínio grego dos Ptolomeus e dos romanos.

Sociedade

A sociedade egípcia durou aproximadamente 7000 anos e manteve um nível de riqueza nunca antes visto. Diversas ciências foram exploradas, mas principalmente a medicina, a escrita e a arquitetura foram primordiais ao Egito Antigo.

Declínio do Império Egípcio

Mesmo mantendo uma metrópole e centro cultural do mundo na cidade de Alexandria, o Egito Antigo, após a tomada do território pelos romanos não permaneceu forte por muito tempo.

Devido as diferenças culturais, Roma usou ao máximo as riquezas egípcias e principalmente monopolizou a produção de cereais que vinham das plantações ao longo do Nilo.

Economia

A principal atividade econômica do Egito Antigo era a agricultura, o nível de desenvolvimento das técnicas de irrigação fizeram do Egito grande produtor de cereais.

Diversos produtos vinham de suas plantações, tais como: algodão, trigo, linho, cevada, gergelim e oliveiras. As roupas de linho eram produtos comerciais e as pedrarias raras como o lápis-lazúli eram cobiçadas nos mercados mediterrânicos.

Cultura

Os egípcios usaram seus conhecimentos matemáticos nas construções de grandes pirâmides e templos, na irrigação e no movimento do rio e das chuvas.

O destaque foi no campo da medicina, principalmente no desenvolvimento da anatomia, por conta da mumificação. O estudo da astronomia também foi importante, já que precisavam entender o movimento dos planetas para compreender os ciclos do rio.

Religião

Os egípcios eram politeístas, mantendo em seu panteão um conjunto enorme de divindades.

As divindades egípcias podiam ter formas humanas, o mais comum eram divindades em forma de animais (zoomorfismo), e um híbrido de forma humana e animal (antropozoomorfismo).

Os egípcios acreditavam na continuação da vida após a morte, por isso a mumificação era importante, os corpos e seus órgãos eram preservados, assim como os pertences de uma pessoa eram guardados, para que pudesse viver na outra vida.

O Livro dos Mortos ensinava como melhor auxiliar nesta passagem.

Deuses do Egito Antigo

A tríade mais importante era o casal Osíris e Ísis, e seu filho Hórus. Rá era um dos deuses mais importantes, simbolizava o sol que dava vida. O faraó também era considerado um deus vivo.

Deuses do Egito Antigo

Arte

A maior parte da arte egípcia era desenvolvida no interior das tumbas e grandes palácios. As pinturas com figuras de lado multicoloridas estampavam os corredores e salas mortuárias.

Escrita

Os egípcios desenvolveram uma escrita em forma de sinais que os gregos chamavam de hierós (sagrado) e glyphen (escrita). Os gregos chamavam de escrita sagrada ou hieróglifo, acreditando que os deuses a haviam inventado.

Importância do rio Nilo

O território do Egito ia desde as nascentes e cataratas do rio Nilo próximas a Núbia, passando por grande parte do território africano, até desembocar em pequenas extremidades no Mar Mediterrâneo.

Rio Nilo e sua importância

O rio mantinha um ciclo constante de cheias e vazantes que auxiliavam na agricultura local. As inundações e o sistema de irrigação propiciavam a agricultura devido os sedimentos e minerais que vinham do rio.

Papiro

É uma espécie de planta comum no Egito Antigo e seu caule era usado para fabricar papel.

As pirâmides

As pirâmides do Egito antigo

A maior parte das pirâmides guardavam câmaras mortuárias no seu interior que eram acessadas por meio de labirintos. Eram construções que guardavam o corpo do faraó e de grandes nobres, seus pertences e seus escravos após a morte.

A primeira pirâmide do Egito data de aproximadamente 2640 a.C. e a maior a de Gizé foi feita ao longo de 2589 à 2566.

Mumificação

Técnica de conservação do corpo do morto, onde os órgãos eram retirados e conservados para que pudessem ser usados no pós morte.

Arquitetura

As principais estruturas eram as pirâmides, os grandes templos e os palácios.

Faraós do Egito Antigo

O Egito Antigo teve pelo menos 30 dinastias e uma diversidade de tipos de faraós.

O faraó era o deus na terra que dava sentido e simbolizava a vida, houveram faraós com deformidades físicas, mulheres, negros e até mesmo estrangeiros.

Curiosidades

Ainda hoje há pessoas que acreditam no absurdo de que as pirâmides não foram construídas por humanos devido sua magnitude e sim por formas extraterrestres.

Filmes sobre o Egito Antigo

  • O Príncipe do Egito (1998)
  • Ágora (2009)
  • Cleópatra (1963)
  • Rome HBO (2005)
Escrito por especialista doutorando em História Social e
Pesquisadora do Núcleo de História Antiga e Medieval.


História
Rota da Seda

O Que foi e é a Rota da Seda A Rota da Seda foi um sistema de rotas comerciais interligadas que conectou o continente asiático ao continente europeu, esteve em funcionamento aproximadamente desde o século VI a. C., e que está sendo retomada nos dias de hoje. Como o próprio …

Hino ao 2 de Julho
Hino da Bahia – História e letra

Hino da Bahia 2 de julho – Letra Nasce o sol ao 2 de Julho, Brilha mais que no primeiro! É sinal que neste dia Até o sol, até o sol é brasileiro. Nunca mais, nunca mais o despotismo Regerá, regerá nossas ações! Com tiranos não combinam Brasileiros, brasileiros corações! …